O crime tem características de acerto de contas de drogas, uma vez que ele estava devendo a traficantes.
O ex-presidiário Francisco Sildebio da Silva Souza, 39 anos, foi assassinado no interior da residência de seus familiares na noite desta sexta-feira, 07, na Rua Estados Unidos, no bairro São João. Cinco tiros ceifaram a vida da vítima que não teve chance de defesa.
Policiais Militares informaram a reportagem do portal Revista Central,que os autores do delito foram dois homens que chegaram em uma motocicleta de cor preta. Sildebio Souza estava sozinho na calçada quando foi abordado a tiros, ainda correu para o interior da casa, mas os executores adentraram e findaram a sua vida dentro de um quarto.
O criminalista Araújo, da Perícia Forense regional em Quixeramobim disse que haviam cinco perfurações de calibre 38 no corpo do homem, sendo: dois nas costas e tudo indica que os atingiram no momento em que tentou escapar, outro na barriga e o último nas nádegas. Um disparo atingiu uma porta do imóvel.
Familiares disseram ainda que Sildebio Souza era usuário de drogas e que tinha ganhado liberdade condicional na última sexta-feira, 28/02, véspera de carnaval. Ele tinha passado três meses recolhido na Cadeia Pública de Quixadá sob a acusação de ter cometido um furto.
O crime tem características de acerto de contas de drogas, uma vez que ele estava devendo a traficantes. Familiares ainda pagaram a metade, mas parece que a “sentença” já havia sido proferida.
Conforme estatística apurada pelo portal Revista Central, sete pessoas foram assassinadas em Quixadá.
Revista Central